Como o término do horário de verão pode afetar nosso sono e humor?

Spread the love




 

O horário de verão desse ano terminará nesse Domingo (05/11) no hemisfério norte, e voltará somente no próximo ano, mais especificamente em 11 de Março de 2018. Nesse período, os horários voltam ao normal e essa hora extra significa muito para nosso sono.

Segundo Dr. Robert Oexman, diretor do Sleep To Live Institute e Huffpost Blogger, “é muito melhor ganharmos essa hora extra, do que perdermos ela. Nossos ritmos cardíacos, ou os relógios naturais de nosso corpo, operam em um ciclo ligeiramente mais longo do que 24 horas. Prolongar o nosso dia é muito mais fácil do que encurtá-lo”.

Quando inicia o horário de verão, o nosso corpo pode demorar até uma semana para se acostumar, mas quando termina, tudo o que costuma demorar é apenas uma noite. “Nós dizemos às pessoas que não precisam se preparar para a mudança quando recebemos uma hora extra de sono”, diz Oexman.

Retornar pode até nos ajudar a priorizar o sono. Após a mudança de horário, o dia ficará escuro mais cedo, o que pode nos levar a ter sono mais cedo, especialmente em comparação com as longas e bem iluminadas noites de verão que nos encorajam a ficar mais horas acordados.

“Quando entramos em horário de verão, os acidentes de carro, ataques cardíacos e lesões no trabalho aumentam. Mas depois que voltamos os relógios, vemos uma diminuição dos ataques cardíacos e acidentes de carro” diz Oexman. “Isso mostra a importância de ganhar uma hora de sono. Se pudermos fazer um esforço para dormir um pouco mais, talvez possamos controlar doenças cardíacas ou diabetes e até riscos de acidentes”, diz ele.

No entanto, há também a parte ruim disso tudo. Os trabalhadores que trabalham longas horas podiam fazer com que a manhã e a noite fossem a mesma coisa. Agora, o início da noite pode tornar o dia mais difícil para eles, o corpo cansa mais cedo, pois a noite cai e o cérebro pensa que já está na hora de descansar.

As noites escuras e problemas para dormir podem fazer algum suscetível ao Transtorno Afetivo Sazonal. Fale com o seu médico se estiver sentindo sonolência emparelhada com um apetite mais forte, diminuição da energia, infelicidade e perda de interesse no trabalho ou outras atividades.

Algumas outras dicas importantes que não podem faltar diariamente:

Exponha-se a muita luz. Quando começar a escurecer, acenda as luzes em volta da casa para lembrar ao seu cérebro que ainda não é tempo de dormir. Durante o dia, procure caminhar em um local com luz natural, talvez durante a pausa para o almoço. Se estiver muito frio, abra suas persianas para pelo menos deixar um pouco da luz do sol entrar;

Exercicite tarde. Normalmente, os especialistas não recomendam exercitar muito perto da hora de dormir, mas uma sessão rápida no final da tarde ou no início da noite pode ajudar a manter seu corpo energizado durante a noite.

E você, como a mudança de relógio lhe afeta?
Deixe-nos saber nos comentários.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *