Conheça os tipos de vistos americanos e suas finalidades

Spread the love




Nós sabemos que adquirir o documento de permissão de entrada concedido por um País ao cidadão estrangeiro, conhecido por Visto, varia de acordo com a duração e o objetivo da viagem. Pode soar assustador, mas como informação é poder, reunimos os principais tipos de visto e suas finalidades, para você leitor, descobrir qual o mais apropriado para você ou para a ocasião.

Os Estados Unidos disponibilizaram os chamados CASV (Centro de Atendimento ao Solicitante de Visto), que é o local onde a efetuação e retirada do visto americano é realizado, portanto, o processo ficou bem mais fácil e rápido.

Visto B1 – Negócios/Acadêmicos

O visto americano de negócios, como o próprio nome já diz, destina-se a quem realiza viagens de negócios aos Estados Unidos, ou seja, participará de salões de exposição, feiras internacionais, assinar contratos ou expor mercadorias. Também pode se beneficiar do visto de negócios quem realiza trabalho voluntário, sem fins lucrativos, em parceria com instituições religiosas ou de caridade; assim como engenheiros que instalam equipamentos exportados por firmas brasileiras e empreendedores, sem receber salário.

Oradores e palestrantes em eventos, participantes de conferências ou seminários, pesquisadores e estagiários na área da saúde, sem fins lucrativos, podem solicitar o visto americano acadêmico, B1, para entrar nos Estados Unidos. Ao consultar o consulado para retirada do visto, esses, vão te orientar sobre o visto ideal para sua necessidade atual.

Visto B2 – Turismo

Dentre os vistos americano, o B2 é o mais conhecido e o mais utilizado. Destinado às pessoas que viajam com frequência ou estão em busca de um tratamento médico especializado no exterior. O procedimento para adquirir o visto americano tipo B2 é o preenchimento de um determinado formulário (DS-160), uma entrevista e o pagamento de uma taxa, normalmente.

Visto F1 – Estudantes

Pessoas que queiram ingressar em uma instituição de ensino americana precisam do visto americano de estudante tipo F1, mesmo que sejam escolas de nível fundamental ou médio e escolas de ensino de idiomas. Para isso será preciso que a escola emita um formulário ?I-20? ? conhecido como ?Certidão de Elegibilidade? e que registre o aluno no sistema SEVIS (Student and Exchange Visitor Information System), entre outros procedimentos.

Visto H – Trabalho Temporário

Destina-se ao trabalhador contratado por uma empresa americana, previamente, que alega não ter encontrado ninguém tão bem qualificado para a vaga. A empresa da contratação terá que realizar uma petição de trabalho ao serviço de imigração americano.

Visto L – Trabalho Temporário Transferido

Se uma empresa multinacional possui um funcionário qualificado e o transfere temporariamente para a sede, filial ou subsidiária da mesma empresa nos Estados Unidos, essa, terá que providenciar para este trabalhador o visto americano tipo L1, usado para transferências na mesma empresa. Desde que o funcionário ocupe cargo de nível de gestão ou executivo, ou, possui conhecimento altamente qualificado e específico e estar na empresa há mais de um ano.

Os vistos americanos citados e explicados acima constituem os tipos de visto americanos mais utilizados pelos cidadãos brasileiros, mas há outros tipos de vistos existentes. Lembrando que apesar da sua pesquisa resultar no visto necessário para você, o consulado provavelmente lhe orientará.

Caso você, leitor, possua alguma experiência e/ou dúvida, deixe para nós, nos comentários.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *